Monday, August 31, 2009

Curso para pais e educadores - Inscrições até 04.09.09

As inscrições foram prorrogadas! Não perca a chance de se inscrever. Restam poucas vagas.



Educando nossos filhos

As crianças hoje experimentam o mundo e a tecnologia, por meio de culturas e hábitos a ela associados, num movimento acelerado, muito diferente da geração de seus pais. Exatamente por isso, recentemente, alguns casais chegam mesmo recear tornarem-se pais, pela idéia de dificuldade que imaginam desse papel, tamanhas as exigências de segurança, eficiência e competência que o mundo atual impõe para o sucesso na criação dos filhos.

Natureza, globalização, cultura, necessidade, acaso, família, infra-estrutura, suporte, informação, consumo, hábitos, histórias familiares, urbanidade, miséria, violência tecem a malha complexa dos laços sociais, econômicos, tecnológicos, pedagógicos e culturais da realidade em que vivemos.

Como transitar por tudo isso e conseguir educar nossos filhos para a participação consciente na vida em sociedade?

Como lidar com os limites, o controle, a proteção, as ressonâncias, as ilusões e tantas outras sensações que compõe a nossa relação com os filhos?

O nosso convite é pensarmos sobre educação, discutindo valores, princípios éticos e seus sentidos. Desenvolver estratégias, jogo de cintura e, sobretudo, um olhar atento e lúcido. A partir de vivências e jogos, vamos investigar e aprender a trazer para o cotidiano da relação com as crianças e jovens um território mais consistente.


Programa:

Serão 5 encontros, às terças feiras, das 20h00 às 22h30.


08/09

Como fortalecer a resistência em relação ao arrastão da mídia e da “má educação”.
Família, comunicação e entendimento.
Saúde, higiene, cuidados.
Padrões de normalidade, segurança.
As etapas do desenvolvimento.


29/09

Apropriando-se de recursos internos e externos.
Famílias, seus códigos e contextos.
Vida social, afetiva.
Definições de papéis, valores.
Limites, hábitos, ritmos, organização.
Vida social e afetiva.


20/10

Tecnologias, bombardeio de informação: aceleração e desaceleração.
Como fazer a curadoria do acervo contemporâneo para nossos filhos.


10/11

Conhecendo o amadurecimento do sistema neurológico (para leigos)
e seus efeitos no desenvolvimento afetivo e psíquico.


01/12

Recursos sócios afetivos para trabalhar com a prevenção e o desenvolvimento sadio.
Resiliência.






Inscrições até 04.09.09 [vagas limitadas a 16 pessoas]

Valor [por encontro]: R$ 220 (por pessoa) R$ 350 (por casal)

Local: Av. Dr. Arnaldo, 1644 – Sumaré
Tel: 3672 7002






Ivani F. Souza, psicóloga, psicoterapeuta, especilazação em psicoterapia de orientação Fenomenologica Existencial, Psicodrama,Bionergética e Experiência Somática. Integrante do Programa de Atendimento Integral à Saúde do Adolescente, da Secretaria de Estado da Saúde, fundadora do grupo de trauma na Casa do Adolescente de Pinheiros, atendimento Clínico ao grupo de meninos da Febem – Casa do Adolescente Pinheiros. Publicou trabalhos no15th World Congress os Pediatric and Adolescent Gyncology and 10° Congresso Latinoamericano de Ginecologia Pediátrica y Adolescente

Mariesa Mas, Filosofa e Pós-graduada em Psicologia Clínica pela PUC/SP, psicoterapeuta, Trainer em PNL, especialização em Experiência Somática. Integrante Programa Saude do Adolescente da Secretaria de Estado Saúde de São Paulo, fundadora do grupo de trauma na Casa do Adolescente de Pinheiros, atendimento Clínico ao grupo de meninos da Febem. Publicou trabalhos no15th World Congress os Pediatric and Adolescent Gyncology and 10° Congresso Latinoamericano de Ginecologia Pediátrica y Adolescente

Wania Forghieri, educadora, experiência no tratamento de distúrbios e aprendizagem e aconselhamento de pais. Possui especialização em Pedagogia Waldorf, tratamento de distúrbios de aprendizagem pelo método Extra Lesson (Association for Healing Education), Terapia Crânio Sacral e Experiência Somática (SE).

Thursday, August 27, 2009

Como fala marchetado em inglês?


Dar aula de inglês para quem tem bom vocabulário em português dá nisso... Volta e meia me perguntam uma palavra que não está no meu glossário interno do inglês.
Hoje uma aluna muito querida me perguntou como dizer marchetado em inglês. Essa palavra conheço bem, desde que era pequena e era comum vermos bonitos móveis de madeira marchetada, feitos à mão. Mas em inglês... cáspite! Como será?
Marchetaria quer dizer trabalho, adorno, geralmente feito na madeira, com madeira ou outro material engastado. Opa! Compliquei, né?
Por sorte esse tipo de palavra mais técnica é fácil de encontrar no Google. Então, durante a aula, que acontecia via Skype, ao mesmo tempo que nossa conversa em inglês continuava, I googled the word (procurei a palavra no Google). Escrevi assim: "marchetado in English". Entre as possibilidades que apareceram, cliquei na fonte que me pareceu mais segura: um site de tradutores, que me deu a palavra. Para ter certeza, verifiquei em mais uma fonte confiável, meu fiel e gratuito Answers.com, se cross-banded era mesmo marchetado.
Quando tive certeza, passei a fonte para a aluna.
Parece complicado e demorado, não? Mas isso não levou mais do que alguns segundos.

Wednesday, August 26, 2009

Pronúncia do espanhol


Enquanto estudava hoje durante a falta de um aluno, achei um site bem legal com a pronúncia dos sons do espanhol.
Pode-se ouvir palavras com os sons de cada vogal e consoante pronunciadas por nativos da Espanha e Peru (até onde pude ouvir). Depois, podemos ouvir as mesmas palavras em espanhol que são em seguida contrastadas com a pronúncia de um falante nativo de inglês com sotaque forte.
Achei agradável fazer o exercício. Se alguém mais usar o site, deixe aqui seu recado!

Para receber as atualizações do blog




Para saber quando uma nova mensagem é colocada aqui no blog, registre-se no Twitter. Meu endereço está aqui.



Ei, olha para cá!



Quando eu tinha uns seis anos, acho, me lembro de minha mãe contar que a missa tinha deixado de ser em latim para que todos pudessem entender as orações. Foi um jeito de a igreja católica se aproximar mais de seus fiéis*.
Foi por essa época também que o padre deixou de rezar algumas partes da missa de frente para o altar e se virou para ficar de frente para os paroquianos. Mais uma vez, o objetivo era aproximar os fiéis de seu guia espiritual.
Isso aconteceu lá pelos idos do final da década de 60. De 1960, deixo claro! :-)
Outro dia, lendo no jornal sobre uma pesquisa feita sobre as escolas brasileiras, confirmei algo que já observo há muito tempo: a maioria das aulas nas nossas escolas ainda se passa com o professor de costas para os alunos, colocando o ponto na lousa.
Fica uma reflexão: se a maior parte do tempo das aulas é passada sem que alunos e professores se olhem, com o professor escrevendo e o aluno anotando, por que tanto se questiona o ensino a distância?
Será que a distância aproxima e a presença distancia?!??!?








*As oxítonas(palavras que têm acento tônico na última sílaba) terminadas em ditongos –éi, –éu ou –ói, seguidos, ou não, de –
s continuam a ser acentuadas.

Tuesday, August 25, 2009

Aniversário do Blog


Outro dia me dei conta de que este blog já está no ar há quase três anos! Para ser mais exata, minha primeira mensagem (ou post, em português ;-) foi ao ar em 30 de setembro de 2006.

Portanto, vamos comemorar!

Agradeço a todos os leitores que têm me animado a continuar escrevendo esse tempo todo com suas palavras carinhosas de incentivo!

Thursday, August 20, 2009

On the lighter side...


Falar de política no Brasil ultimamente tem dado dor de cabeça. Por isso, com o fim de semana se aproximando, vamos falar de coisas mais leves (em inglês: "On the lighter side...").
On the lighter side... here's an interesting site for people who like music. Ouça em inglês o que jovens músicos ensinam sobre os instrumentos que tocam.
Para os adolescentes que querem aprender mais sobre música e praticar inglês ao mesmo tempo, vale a pena dar uma olhada em todo o site.
Enquanto isso, as mães que leem inglês podem se divertir com um dicionário muito peculiar...

Basta!


Chega de desvios de recursos! Há muito tempo tenho assistido calada ao desvio de recursos flagrante que os políticos brasileiros nunca se preocuparam e nem se preocupam em esconder, nem mesmo diante das câmeras de TV!
Mas agora resolvi falar! O que mais me assombra é que ninguém, nenhum órgão de imprensa, se preocupa em nem mesmo relatar o que acontece debaixo de nossos narizes!
Imaginem vocês que, ao ligar no noticiário outro dia, na maior rede de TV brasileira, vejo o mais deslavado desvio de recursos, e ao vivo! Para meu espanto, o repórter que cobria a transmissão em rede nacional e em tempo real nem sequer mencionou o fato!
Mas agora vou falar:
Um representante do Senado da república, diante de uma sala lotada de senadores, instou-os a mudar a agenda do dia, que seria a discussão dos atos secretos do Senado, para tratarem de algo mais nobre, ou seja, a discussão das reformas da educação.

Mas ao assim agir, nosso representante cometeu um desvio de recursos em pleno ar, ao dizer, se me lembro bem, algo mais ou menos assim:
- Hoje, quando todos os campis universitários retomam as aulas, peço aos senadores aqui presente, para discutirmos algo de maior importância: a reforma educacional.
Perceberam ?
Mais uma vez um político desvia de onde precisa para colocar o recurso onde já tem!
Ou seja, o político colocou um -s em campi, que já é o plural de campus, e não o destinou aonde era de direito empregá-lo: "presentes", adjetivo que deveria concordar com "senadores", também plural. Um flagrante desvio de recurso morfológico! O -s de plural usado onde não deve e desviado de onde deveria estar! E ninguém disse nada!
Fica aqui a reflexão: quem nem os recursos morfológicos sabe utilizar, pode discutir reforma educacional?

TGIAF (Thank God It's ALMOST Friday)


A expressão TGIF {Graças (Thank) a Deus (God) É (It's) Sexta (Friday)} é usada pelos americanos para expressar a alegria com a chegada da sexta-feira, que antecede o esperado e desejado fim de semana - para quem trabalha, claro. Não sei em meio à crise como é que andam as coisas por lá. Talvez até tenham criado um TGIM (Thank God It's Monday) para comemorar a volta de alguns empregos. Mas isso são elocubrações... :-)
Voltando a falar sério (mas não muito...): hoje inventei o TGIAF do título desse post (Graças a Deus é QUASE Sexta) só para falar de um joguinho de palavras que meu sobrinho Marcelo me indicou.
Nesse jogo temos de montar palavras com as letras que vão aparecendo e sumindo. Clicamos no espaço, escrevemos a palavra e clicamos em "save". Se a palavra for válida, ganhamos pontos.
Hoje eu já joguei, na folga de uma aula que precisou ser desmarcada por causa dessa gripe suína. É divertido e temos de correr contra o relógio. Mesmo quem tem inglês básico pode jogar, pois valem palavras como is, are, am, it...
Quando o tempo termina, descendo pela página podemos ver que palavras foram aceitas e quantos pontos fizemos em cada. No alto da página, ao lado do reloginho que marca quanto tempo falta para o jogo terminar podemos ver o total de pontos alcançados.
Boa diversão!

Saturday, August 15, 2009

Lista final do TOP 100


Caros leitores,
Com o fim do período de esvaziamento, mesmo com a gripe suína atrasando a volta às aulas, meu semestre começou enlouquecido. Por isso, nem tive tempo de contar o resultado do TOP 100.
Infelizmente, meu blog não ficou entre os 100 primeiros, apesar da votação maciça que tive de vocês.
Mesmo assim, fiquei muito feliz por ter sido selecionada para participar. Imaginem que foram avaliados blogs de 26 países, que receberam mais de 5.000 votos!
Nunca pensei que um blog escrito em língua portuguesa fosse ter essa visibilidade.
Assim, agradeço aos organizadores do prêmio, que escolheram meu humilde trabalho entre os quase 500 indicados para a categoria de aprendizagem de idiomas e aos meus leitores, que votaram e escreveram mensagens de apoio.
Para ver os cem melhores blogs de 2009, clique aqui. Há trabalhos maravilhosos para ajudar quem deseja conhecer mais sobre a maravilha que é a linguagem humana, nos mais variados idiomas falados nesse planeta.
Boa aventura a todos!