Thursday, October 25, 2012

Que mal fiz para merecer isso?


É isso que todo aluno de inglês deve pensar quando o professor resolve lhe explicar os fatos da vida.

Alguns professores, para evitar um trauma, podem começar com um alerta (em inglês, "a heads-up"):

-Tem uma coisinha que não te expliquei ainda, mas agora acho que já é hora: Sabe os verbos regulares, aqueles aos quais só precisamos acrescentar -ed para formar o passado? Então, o que não contei ainda é que esse -ed pode ser pronunciado de três formas diferentes, dependendo do som (não da letra!) que vem antes do -ed.

E o aluno:

- Que mal fiz para merecer isso?

A boa notícia é que, com um pouco de treino (está bem vá, não vamos dourar a pílula: é preciso um bom número de horas de prática), é possível aprender de forma definitiva como pronunciar esse sufixo.

O leitor Marcelo me deixou uma mensagem muito simpática no post "Falar Italiano é Fácil", pedindo dicas para aprender a pronúncia do -ed e, depois, me deixou algumas dicas de sites. Em um eles, selecionei um exercício para vocês.

Divirtam-se!

Sunday, October 21, 2012

Horário de verão em inglês é como mesmo?

Horário de verão em inglês é como em português: desagradável e inútil. A economia com eletricidade não compensa os gastos em saúde para cuidar de pessoas que sofrem acidentes de trabalho em conseqüência da mudança do horário. Mas como sucessivos governos no Brasil parecem empurrar com a barriga (cada vez mais saliente) o problema do déficit energético que vivemos, temos de forçar nosso relógio biológico a essa mudança duas vezes por ano. Os desconfortos físicos são vários, desde enjoos até perda de concentração, que aumenta a probabilidade de acidentes.
Se vocês leram minha mensagem sobre acordar cedo, podem imaginar como me sinto cada vez que preciso acordar para trabalhar no meio da noite (ou seja, 7 da manhã! rs,rs,rs,rs), por causa da inoperância governamental!

Agora, se quiserem saber como se fala horário de verão em inglês, por favor perdoem minha verborragia do parágrafo anterior e continuem lendo – se não estiverem meio sonados por terem de acordar uma hora antes do que normalmente fazem.

Horário de verão em inglês diz-se day light saving time (horário de economia de luz diurna – bem descritivo o termo, acho eu. Afinal, o horário de verão serve para isso mesmo: economizar luz artificial aproveitando a luz natural do dia… apesar de gastar minha paciência!) Para ler em inglês sobre o assunto, clique aqui. Se quiser saber que horas são agora nas principais cidades do mundo, clique aqui.

Uma busca na Internet mostra que a expressão daylight saving time aparece mais freqüentemente assim: daylight savingS time, mas a forma oficial é sem o –s. Pelo menos é assim que aparece na página do governo da Califórnia, que apresenta uma tabela com o horário de verão americano até 2015.

Alguns exemplos de como se usa a expressão em contexto:

1) "I hate it when Brazil switches from standard time to daylight saving time." ("Eu odeio quando o Brasil muda do horário normal para o horário de verão.")

2) "When DST begins, watches and clocks are turned forward an hour. This pushes an hour of daylight from the morning to the evening." ("Quando o horário de verão começa, os relógios são adiantados em uma hora. Isso empurra uma hora de luz do dia para o início da noite.")
Obs: DST em português significa doença sexualmente transmissível. Sejamos honestos: a sigla em português é bem pior do que DST em inglês (daylight saving time). Se for para sofrer com uma DST, que seja da sigla em inglês!!

3) "When DST is over, we set our clocks back one hour, thus returning to standard time." ("Quando o horário de verão termina, atrasamos nosso relógios em uma hora, voltando assim ao horário normal." Oh, Happy Day!)
Free clipart

Sunday, October 14, 2012

Dia da professora (Afinal, as mulheres somos maioria na profissão!)


Hoje o post é especial para meus colegas professores.
Como em 15 de outubro celebramos essa profissão tão em descrédito no Brasil atual, pensei em deixar aqui de presente alguns endereços de sites (sítios, em bom português) para facilitar nossa nada simples vida.

O site autoenglish traz uma infinidade de atividades e jogos em handouts gratuitos. Não é preciso nem se registrar! Bom para usar com alunos iniciantes. A maior parte das atividades é mais apropriada para crianças, mas há várias que podem ser adaptadas para adultos. Gosto das que ajudam a fixar vocabulário.
O site elllo é meu favorito para ajudar os alunos a praticarem/avaliarem compreensão oral. Os temas são muito ricos e os textos e gravações soam naturais. Tudo com jogos com figuras. Existe muito material, mas é possível fazer uma busca por nível, tópico, país ou meio (áudio, vídeo, etc.) Faça a busca pelos links no lado esquerdo da tela.

Como professor de inglês não pode nunca parar de estudar, sugiro o site Grammar Girl, com ótimas explicações sobre os usos da língua em podcasts que podem ser baixados gratuitamente, sem necessidade de registro. Já baixei alguns e fico escutando nas horas de folga (sim, hora de folga de professor = estudo!) Ótimo também para quem, como eu, prepara alunos para o TOEFL, SAT e GMAT. Ah, e alunos se preparando para esses exames também podem estudar ali de uma maneira bem eficiente, treinando também a compreensão oral, exigida no TOEFL. Ouviram bem, meus alunos? (Professor não perde a chance de pegar no pé!...)

E para encerrar, como homenagem especial, fica o link para um lindo poema de Robert Frost:  "The Road Not Taken"


Two roads diverged in a wood, and I—
I took the one less traveled by,          
And that has made all the difference.            



Nós, professores, ao optarmos por essa profissão, escolhemos a estrada mais difícil. E isso faz toda a diferença, para quem ensina e para quem aprende.













Feliz dia da professora! (E do professor também, meninos!)