Sunday, September 27, 2009

Certo está, mas por que falar???

Hoje foi dia de tentar dar uma atualizada no guarda-roupa.
Já contei que gosto muito de me atualizar sobre moda na leitura; já, no que uso, a coisa é bem diferente. Estou bem longe de ser uma fashionista.
A verdade é que não tenho paciência para comprar roupas. Acho muito chato, tudo muito caro e muito igual. Além do mais, a gente tem de escutar cada coisa...
Assim, só vou mesmo quando começo a me sentir num filme de ficcção científica (em inglês, sci-fi) com figurino de quem viajou para o futuro, ou seja, todo mundo com roupa moderna e eu, com a da década passada... Rs,rs,rs,...
Já contei aqui a história da vendedora que me perguntou se eu ia experimentar a roupa com a underwear por baixo. Nesse post, digo como acho estranho mudarem o nome das coisas que já existem e, ainda por cima, para tornar a comunicação pior.
Hoje foi o dia do vendedor com carinha e nome de anjo logo me parecer com o Damien quando, apesar de falar português segundo as normas gramaticais vigentes para a linguagem oral, pisou na bola (dropped the ball em inglês) na hora de usar a gramática social.
Quando eu disse que a calça que tinha provado não tinha ficado bem, ele me falou, em bom português:
– É, essa calça só fica bem em quem não tem quadril largo e é bem reta...
Como sou um tanto fleumática (em inglês, phlegmatic), mantive a calma (em inglês, I kept my cool.) mas, por dentro, pensava: "Tão bonitinho, falando português tão bem e sem noção de gramática social! "
Resolvi mesmo assim comprar uma outra calça, que servia para meu biotipo.
O rapaz, então,  pediu meu e-mail. Passei para a loja o que mantenho só para essas horas. Quando eu disse o endereço eletrônico, que tem um número começado por 19... (Não vou dizer qual é. Já tive de aturar demais hoje... :-), o Damien me disse:
– A senhora nasceu no mesmo ano que minha mãe...
Pois é... Está certo? Gramaticalmente sim. Mas não se diz...


Ainda bem que estou com a auto-estima e a meditação em dia. Saí da loja feliz da vida, de calça nova e com assunto para o blog. Para complementar minha alegria, deixem aqui um comentário, ok? Mas respeitem a gramática social! :-)

4 comments:

Ulisses Wehby de Carvalho said...

Ana,

Como sempre, adorei o texto! Nota zero para o vendedor que, pelo jeito, está em profissão errada.

Bjs

Ana Scatena said...

Oi, Ulisses!
Obrigada pela visita e pela gentileza do elogio ao texto! Vindo de quem escreve tão bem, significa muito.
E obrigada pela carona do drop the ball que peguei no seu blog.
Seu blog, aliás, segue cada vez melhor. Parabéns!

Anonymous said...

nem preciso fechar os olhos p vizualizar toda a cena... hilário, apesar desse "esdruvis"... bj! direto do meu novo touch strinpires,rsrs. Leo

Ana Scatena said...

Leo, foi de matar! Você, me conhecendo, imagina como foi. Obrigada pela msg em seu idioleto = dialeto do indivíduo. Bjs!