Wednesday, July 23, 2014

UI, que dor!






Imagine esta cena:

Um cliente entra em uma loja de roupas masculinas e pede:

–Preciso comprar um teirno.
– Para que ocasião?
– Uma viagem de negóucios.
– Então, recomendo um tecido que não amasse na maila.
– Ótimo.
– Vou buscar alguns para o senhor escolher. Aceita uma água ou um suico enquanto espera?
– Não, obrigado.

Notou alguma coisa esquisita?
Primeiro: loja que oferece água e suico enquanto o cliente espera, só para os muito abonados!
Segundo: que jeito esquisito de falar é esse, gente? SuIco? MaIla?
Pois é, esse mesmo esquisito é o que faz doer o ouvido de um falante nativo de inglês quando alguém diz:

/suit/ , em vez de /sut/ para dizer terno em inglês (suit)
/bíuzines/, em vez de /bíznes/ para dizer negócios em inglês (business)
/suitkeizi/, em vez de /sútkeis/ para dizer mala em inglês (suitcase)
/juis/, em vez de /djus/ para dizer suco em inglês (juice)

Colocar U e I onde não se deve provoca um problema que chamo de UI, ou seja, dor de ouvido em quem escuta.
Treine bem as palavras acima, portanto, para não sair por aí provocando UI nos outros!
E, para ter certeza de não ter uma recaída, sempre que passar aquele chatomercial do espremedor de suco - chamado pomposamente de juicer (juicer) - , mude imediatamente de canal (mesmo porque o comercial é muito longo e aborrecido!)
Todo professor de inglês sabe o estrago que uma propaganda com pronúncia errada em palavras inglesas faz na aprendizagem dos alunos.
Depois de o aluno ouvir um milhão de vezes aquela palavra repetida na propaganda, o pobre do professor fica em desvantagem na hora de corrigir.
Que professor (pelo menos os mais...digamos... maduros e experientes) não sabe da dificuldade para o aluno memorizar a pronúncia adequada de:
Success – lembram da marca de xampu? A propaganda dizia /SÂkces/, quando, na realidade, a sílaba tônica é a segunda: /sâkCÉS/.
Police – lembram da série Police Woman, professores experientes? A chamada para o programa anunciava /PÓlis/, quando a sílaba tônica, na verdade, é a segunda: /pâLÍS/.
Para ajudar meus alunos, costumo comparar com a palavra em português: poLÍcia – poLÍce; pelo menos o pessoal mais novo - mas nem tanto - sabe pronunciar certo por causa da banda The Police.
Agora temos esse famigerado infomercial (nome pomposo para propaganda que não acaba nunca) do Juicer, que vai deixar professores desta e de futuras gerações de cabelo em pé para corrigir a pronúncia dos que crescerem ouvindo o I onde não deve!
UI, meu ouvido! ☺





* Cliparts que ilustram este post.

4 comments:

Rhiannon said...

Oii
Cheguei até seu blog através do Google.
Preciso de ajuda para aprender ingles e outras linguas sozinha. Através de livros e pelo computador. Caso possa ajudar eu ficaria extremamente grata.

Gabriela said...

Olá, ocnheci seu blog atraves do post que fez sobre um livro de tradução, em 2006, como é conhecedora do inglês, poderia me indicar algum livro sobre tradução? estou fazendo um projeto pra faculdade e eu ainda não consegui arrumar livros que falem mais, apenas uns três, conheceria alguns? Livros sobre tradução, métodos e tal.
Se puder, me envia um email, oa.gabi@gmail.com,

obrigada!

Rodrigo said...

Lá no Rio é assim... em carioquês! Tipo, "carióica"! :D

Ana Scatena said...

Re, re, re...
Boa essa, Rodrigo.
Que nossos amigos do Rio não fiquem bravos!